Inovação e Competitividade





Como ajudamos o Brasil a se diferenciar por meio de inovação

condicoes-facilitadoras-negocio

A inovação é um dos fatores mais importantes para determinar o sucesso de uma nação e elevar o padrão de vida das pessoas, pois é capaz de criar mais empregos, melhorar a economia e a qualidade de vida da população.


São muitas as ações que a MSD se envolve para ajudar o Brasil a se diferenciar por meio de inovação.


  • Incentivamos uma melhor colaboração entre os setores público, privado e academia nas áreas de ciência da vida. Nossa atuação externa articula os diferentes setores (público e privado, governo, profissionais de saúde, comunidade e organizações sociais) em busca de um ambiente favorável para estabelecer um sistema de saúde capaz de responder às necessidades de nossas pessoas.
  • Buscamos ativamente novas moléculas no Brasil, capazes de se tornarem medicamentos que beneficiam milhões de pessoas no mundo todo.
  • Defendemos a propriedade intelectual como um caminho seguro para que os jovens brasileiros vejam na pesquisa uma opção de vida viável.

Nos últimos anos, o Brasil aumentou a publicação de artigos científicos, mas não conseguiu transformá-los em tecnologia e diferencial competitivo. Há muito trabalho pela frente. Por tudo isso, nós decidimos atuar fortemente em competitividade. Nessa agenda todos saem ganhando: o Brasil, por acelerar seu desenvolvimento; as empresas, sejam elas nacionais ou internacionais, por conseguirem sustentabilidade de seus negócios; e a MSD, por conseguir operar melhor.


Para saber mais sobre as iniciativas para tornar o Brasil um país mais competitivo, acesse nosso relatório socioambiental.


Links relacionados:


Relatório Social: www.msdonline.com.br

Câmara Americana de Comércio: www.amcham.com.br

Movimento Brasil Competitivo: www.mbcorg.br

ANPEI: www.anpei.org.br


Propriedade Intelectual

As políticas de propriedade intelectual são essenciais para a inovação. Para a indústria farmacêutica, a existência de um sistema que assegure a proteção das patentes constitui um fator decisivo para a destinação de investimentos em pesquisa e desenvolvimento. É assim que conseguimos buscar medicamentos cada vez mais modernos e eficazes, com menos efeitos colaterais e que possam melhorar a qualidade de vida do maior número possível de pessoas.


No Brasil, as patentes farmacêuticas só podem ser concedidas com a anuência prévia da Anvisa. A anuência prévia foi criada por meio de uma medida provisória de 1999, que mudou a Lei de Propriedade Intelectual. A estimativa do tempo de espera para a concessão de uma patente é de 10 anos, o que dificulta o trabalho em alguns setores que tem uma mudança tecnológica muito rápida e freqüente.


A carta-patente assegura ao seu titular o privilégio de impedir terceiros de, sem seu consentimento, produzir, usar, colocar à venda, vender ou importar produtos que sejam objeto da patente, durante um período pré-determinado.


O desenvolvimento sustentável de um país exige um ambiente competitivo e uma legislação moderna e clara que proteja a propriedade industrial. A entrada em vigor da Lei de Propriedade Intelectual provocou um impacto positivo, principalmente nos setores farmacêutico, químico e de alimentos. Uma maior aproximação das universidades e das empresas, facilitada pela nova legislação, tem ajudado na geração de novos negócios e produtos.


A MSD trabalha em parceria com diversas instituições do seu setor para melhorar o sistema de propriedade intelectual e acelerar o prazo de obtenção de patentes.

Copyright © 2013 Merck Sharp & Dohme Corp. Uma subsidiária da Merck & Co., Inc., Kenilworth, NJ, USA. Todos os direitos reservados.
Este site é para residentes no Brasil
Não tome nenhum medicamento sem o conhecimento do seu médico, pode ser perigoso para sua saúde.

TRUSTe - Click to Verify